fbpx

Desta vez a viagem foi diferente das que fazemos e que mostramos para vocês aqui no blog.
Negócios em Luis Eduardo Magalhães nos levaram a uma viagem curta e sem planejamento de passeios, tipicamente turismo de negócio.

Turismo de negócio

É quando a viagem também conta com hospedagem, alimentação e lazer, mas é praticado por quem viaja a negócios, ou seja, é o turismo cujo foco principal é revertido ao profissional ou as reuniões de caráter corporativo.
É considerado importante para o crescimento da economia porque esse turista, além de trazer receita para a cidade pode voltar e ser um multiplicador de opiniões positivas que atrairão novos turistas.
E foi aí que a gente se viu, e, também surgiu a ideia de fazermos este post. Mas vamos começar com um pouquinho da história de Luis Eduardo Magalhães.

Luis Eduardo Magalhães

Em 1974 chega a região os baianos Enedino Alves da Paixão (Negão) e sua esposa Maria Firmino de Jesus, com seus oito filhos. Instalaram-se no entroncamento das BRs 242 e 020, construindo uma pensão que alojava os caminhoneiros que transitavam pelas BRs.
Em 1982 um empresário abre um posto de combustíveis com o nome de Posto Mimoso, que pela sua localização se transformou em recordista mundial na venda de combustíveis, inclusive sendo citado no Guinness Book.
Em 1987, o pequeno povoado de Mimoso do Oeste passou a ser distrito de Barreiras e somente em 1998 ganhou o nome que leva hoje.
Enfim uma cidade bem nova, mas que possui a décima maior economia do estado da Bahia, sua região é responsável por sessenta por cento da produção de grãos do estado, sua renda per capita é uma das maiores do Brasil.
O parque industrial é composto por empresas líderes em seus segmentos, inclusive quase vinte multinacionais.
Sua agricultura diversificada e de grande produtividade, possuindo grandes áreas irrigadas. Sua pecuária é de alta qualidade tanto na área genética como tecnológica.
LEM conta com uma rede de hotéis é grande o suficiente, indo dos mais simples até o de categoria internacional.

O Hotel

Ficamos hospedados no Hotel Solar, coladinho na BR020, está perfeitamente adaptado para o fim a que se destina.
Depois do delicioso café da manhã todos os hospedes saem para trabalhar, nem mesmo a piscina e aquele calor tiram os profissionais do foco. Mas a tardinha no retorno é diferente todos vão para a piscina tomar um bebida gelada, afinal ninguém é de ferro.
É no jantar, também, que a cozinha entra no auge do atendimento. Todos voltam e um jantar delícia é o que esperam.

Com tempo disponível pesquisei alguns atrativos que podem servir de sugestão de visita para quem como nós visitou LEM a trabalho.

Dica 1 – Gruta do Catão em São Desidério

Localizado no Parque Municipal da Lagoa Azul, em São Desidério-BA é recordista em números de visitantes.
Para chegar até lá deve-se encarar uma trilha de aproximadamente 3 km dentro do parque no caminho estruturas rochosas vistas até a gruta existem há mais de 400 milhões de anos.
No interior da caverna surge um espetáculo: águas cristalinas que completam a beleza estonteante do lugar.
Os principais acessos rodoviários são pela BR-242 (São Desidério/Salvador), BR-020 (São Desidério/Brasília) e BR-135 (São Desidério/Piauí).

Dica 2 – Sete Ilhas em Correntina

Um aglomerado com sete ilhas, considerado “sete pedaços do céu”, tamanha sua beleza, derivadas do Rio Corrente, localizadas na cidade de Correntina é um dos pontos turísticos mais procurados por quem chega à cidade. Trata-se de um pequeno “arquipélago”, interligado por pontes de madeira.
Cada uma das sete ilhas tem seu respectivo nome, são elas: ilha das Crianças, ilha da Juventude, ilha das flores, dos Pássaros, ilha da Melhor Idade, dos Namorados e a dos Casais.

Dica 3 – Cachoeira do Acaba Vida e do Redondo em Barreiras

Um dos mais belos atrativos do Oeste Baiano, a deslumbrante Cachoeira do Acaba Vida. Saindo de Barreiras em direção a Luis Eduardo Magalhães pela BR-020 encontram-se as duas atrações turísticas mais relevantes dessa região. A cachoeira Acaba Vida com 36 metros de queda livre forma uma piscina natural cercada de mata preservada e. Cerca de 20 km a frente encontra-se a cachoeira do Redondo, que ganha esse nome por ser uma queda d’água que deságua em uma grande e arredondada piscina de águas transparentes, sua nascente possui três metros de profundidade.

Essa visita fica para uma próxima oportunidade

ORGANIZE SUA VIAGEM

Comece com a reserva de hospedagem que pode ser feita bem aqui. Não perca tempo reserve logo um tempo para você curtir e relaxar.

Não viaje sem um seguro viagem. Você pode comprar com a gente também.

Ah, e se for alugar um carro, compare os preços de diversas locadoras pela RentCars.


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou do blog? Tem mais por aí :)