fbpx

Com toda certeza você já ouviu falar das atrações turísticas e das ladeiras e do calçamento de Ouro Preto então se você não tem uma festa que exija salto alto esquece ele em casa, nem vale ocupar espaço com isso. Tênis e sandália daquelas bem confortáveis.

Passamos o dia inteiro rodando e conhecendo tudo o que foi possível, reservamos dois dias para turistar em Ouro Preto e este é o resumo do segundo dia.

OURO PRETO-Cidade ladeira
OURO PRETO-Cidade Paralelepipedo
OURO PRETO-Cidade Rua Direita

Numa sombra, num banco, num café, ler um livro é sempre uma boa ideia. 

OURO PRETO – ATRAÇÕES TURÍSTICAS

OURO PRETO

Vila Rica, o primeiro nome dado a Ouro Preto, foi construída no meio de duas serras: a Serra de Ouro Preto e a Serra do Itacolomi. Não houve um planejamento prévio, o crescimento demográfico foi grande e repentino, esse é o motivo de encontrarmos casas amontoadas. O crescimento se dava à medida que encontravam ouro. Para se ter uma noção de tamanho, no Brasil Colonial, o Rio de Janeiro tinha 16.000 pessoas e Vila Rica 150.000 pessoas.

OURO PRETO-Cidade Santa da esquina
OURO PRETO-Cidade sinalização

Pelos relatos históricos a impressão que se tem é de que o ouro estava brotando do chão e isso é o que motiva a permanência das pessoas na região. Com topografia irregular e solo rochoso nada em Vila Rica facilita o cultivo de pequenas lavouras então só a existência de ouro mesmo.

OURO PRETO-Cidade Bandeira Brasil
OURO PRETO-Cidade Vista Montanhas

Uma dobradinha incrível é conhecer a cidade de Mariana. Veja os atrativos com a Experiência Barbara 

GUIA DE TURISMO

Na praça Tiradentes existem muitas empresas que oferecem guias de turismo, negocie, converse e escolha uma. Vale muito a pena!! Você vai desfrutar do conhecimento de muitos detalhes escondidos nas Igrejas e monumentos em Ouro Preto.

Fomos abordados por algumas delas, os valores não diferenciam muito e escolhemos a Vila Rica Turismo pelo carisma do vendedor e porque o passeio seria feito com uma jardineira fabricada em 1963.

O clima de cidade histórica seria completo com esse transporte que já começaria no dia seguinte pela manhã com a jardineira nos buscando no hotel.

OURO PRETO-Vila Rica Turismo Jardineira
OURO PRETO-Vila Rica Turismo escritório
OURO PRETO-Vila Rica Turismo Jardineira
OURO PRETO-Vila Rica Turismo Placa jardineira

MARÍLIA DE DIRCEU

O primeiro passeio foi para contar a história de Marília e Dirceu.

Tudo começou com uma história de amor, assim fomos apresentados a ponte Marília de Dirceu ou Ponte do Suspiro. A moradia dos nossos amantes fica logo ali, vemos duas casas, uma de três andares, branca de janelas verdes que fica na Rua do Ouvidor, nome dado justamente por ser residência oficial dos ouvidores, e mais atrás uma casa menor de janelas azuis.

Por volta de 1780 morou na casa de janelas verdes Tomas Antônio Gonzaga que foi ouvidor de Vila Rica. Um inconfidente poeta que escreveu um romance muito conhecido na literatura brasileira “Marília de Dirceu”.

OURO PRETO-Marília de Dirceu casas

Tomás Antônio se apaixona por uma moça de nome Maria Dorotéia Joaquina de Seixas e para conquistar o amor dela Tomás Antônio começa a escrever cartas dizendo ser um vaqueiro que usa vestes finas. Ele se identifica como uma pessoa mais velha do que ela e dizia ser bem afeiçoado. Um poeta galanteador que por fim conquista a moça.

Quando escrevia essas cartas não usava seu nome e sim um pseudônimo tanto para ela como para ele: Marília que era ela e Dirceu nosso poeta. Saía pela vila distribuindo as cartas e todos liam e achavam muito bonitas e românticas.

É claro que quando as cartas chegavam às mãos de Marília ela sabia que eram para ela. Numa das cartas ele a descreve sentada em uma ponte lendo os poemas e suspirando de amores por ele. E é assim que voltamos ao nome da ponte: Ponte do Suspiro ou Ponte de Marília e Dirceu.

OURO PRETO-Marilia de Dirceu - Ponte do Suspiro
OURO PRETO-Marilia de Dirceu Ponte do Suspiro Cruz
OURO PRETO – ATRAÇÕES TURÍSTICAS
OURO PRETO-Marilia de Dirceu Ponte do Suspiro Cruz

Quanto à arquitetura e engenharia a ponte tem uma estrutura romana com blocos de pedra presos por grampos de ferro às pedras com chumbo derretido que se transformava em solda quando seco. E assim surge uma expressão usada até hoje em construção civil: Chumbar uma janela ou uma porta. Apesar de hoje utilizamos cimento para chumbar.

A cruz afixada bem no meio da ponte remete a cultura religiosa da época. Passar por uma ponte era muito arriscado pois sua alma poderia se desprender do corpo e ficar vagando por aí. E a cruz era a proteção espiritual para a alma de quem estivesse atravessando a ponte.

IGREJA SANTA EFIGÊNIA

Igreja típica do século XVIII, construída entre 1701 e 1750, o pensamento que a inspirou era bizantino, ou seja, o que é importante não é o exterior do homem, e sim o seu interior, é a alma. Assim essa igreja é bem simples por fora, mas bastante trabalhada por dentro.

A imagem na portada é esculpida em pedra sabão, observando a vestimenta colada ao corpo como uma armadura, vemos traços de Aleijadinho. Outra obra, as cabeças de três anjos, conta com penteados diferentes e um olhar para direções diversas o que também é bastante comum nas obras de Antônio Francisco Lisboa. 

OURO PRETO-Igreja Santa Efigenia Fachada com escada
OURO PRETO-Igreja Santa Efigenia Fachada

O oráculo principal é de Nossa Senhora do Rosário, mas há presença da santa negra dentro da Igreja, Santa Efigênia, por isso surgem duas lendas sobre a sua construção.

A primeira diz que esta Igreja foi construída pelos escravos com o ouro que juntavam no cabelo e embaixo das unhas. Apesar de não convencer muito porque que a Igreja é bem luxuosa com bastante ouro e madeira de lei, seria necessário muito ouro embaixo de unhas para essa construção.

OURO PRETO-Igreja Santa Efigenia
OURO PRETO-Igreja Santa Efigenia Anjos

Outra lenda para a construção é a história de Chico Rei que era líder de um congo na África foi trazido para o Brasil como escravo. Chegando aqui consegue sua carta de alforria e compra a liberdade de 42 escravos que o ajudam na construção desta Igreja.

Procure na abóboda da Igreja a figura de um Papa negro, uma cruz de três braços, que é a cruz papal. Como ainda não tivemos um Papa negro, quem seria ele? Chico Rei?? Afinal toda lenda tem um fundo de verdade.

Há traços da irmandade Carmelita e da Irmandade Franciscana dentro da igreja o que leva a crer que se trata apenas de lendas mesmo, pois essas duas irmandades eram extremamente elitizadas. Os historiadores concluíram, a partir desses símbolos, de que a elite local se reuniu e construiu a Igreja para os negros.

OURO PRETO-Igreja Santa Efigenia Entrada
OURO PRETO-Igreja Santa Efigenia

*Nas Igrejas é cobrada uma taxa de conservação de R$ 5,00, com descontos de 50% para estudantes, professores e idosos acima de 60 anos.

MINA JEJE

A visita é guiada e tanto na entrada quanto dentro da mina recebemos informações quanto a segurança e como funciona a entrada na mina. Quem fizer a visita dentro da mina deve utilizar toca higiênica e capacete.

São mais de 2.000 minas catalogadas na região de Ouro Preto, sendo 400 delas dentro da cidade. Mas não era só das minas que a extração era feita nos rios também havia e era conhecida como ouro de aluvião. A diferença básica é que nos rios são encontradas pepitas de ouro e na montanha ouro em pó misturado com minério de ferro.

OURO PRETO-Mina Jeje entrada
OURO PRETO-Mina Jeje interior corredor
OURO PRETO-Mina Jeje interior corredores

Eram extraídos uma média de 26kg de ouro por dia que, na cotação de hoje seriam avaliados em quase R$ 4MI. A Coroa Portuguesa cobrava à época o quinto que correspondia a 20% do ouro extraído. Bom, ninguém gosta de pagar impostos e os mineradores apelidaram o imposto de “Quinto dos Infernos”.

A taxa cobrada é de R$30,00 a inteira com meia entrada para estudantes, professores e pessoas com mais de 60 anos. O passeio pode ser filmado e fotografado. A mina é plana, seca e iluminada além de não oferecer risco.

OURO PRETO-Mina Jeje interior
OURO PRETO-Mina Jeje lojas artesanato
OURO PRETO-Mina Jeje-ferramentas

BÁSILICA NOSSA SENHORA DO PILAR

Uma Igreja Matriz durante a época colonial além de ser utilizada para cultos religiosos também era destinada aos grandes eventos como a cerimônia de posse de um governador. Por isso sua estrutura mais é grandiosa e mais luxuosa.

O desnível dentro da Matriz demarca os locais onde as pessoas poderiam se sentar. Quanto mais perto do altar e mais alto: mais importante. A parte central era reservada às mulheres que eram tratadas como seres inferiores aos homens. Na capela mor ficavam os membros da Ordem do Santíssimo Sacramento.

OURO PRETO-N.SRA DO PILAR Fachada
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR Rua
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR geral

Vila Rica na época colonial era um grande garimpo repleto de todas as suas mazelas e dramas, como cachaça e muita violência. Para proteger as mulheres elas eram mantidas em casa. Mas aos domingos elas eram liberadas para ir à Santa Missa. Tudo começava pela manhã e somente ao cair da noite com o último ofício elas retornavam as suas casas.

OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR Eventos
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR Detalhes
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR Anjo
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR Teto

Em 2012 o Papa Bento XVI dá a Matriz o título de Basílica que, em termos práticos significa que esta igreja tem uma maior proximidade com o Papa, é um pedaço do Vaticano em Ouro Preto. A umbela com as cores do papado e o tintinabulo são alguns dos símbolos presentes.

OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR Umbela
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR-MAS Santa Ceia
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR-MAS-Crucifixo
OURO PRETO-N.SRA.DO PILAR-MAS INGRESSO

IGREJA SÃO FRANCISCO

Antes de entrar na igreja experimente caminhar pelas pedras que se mostram como um tapete até a portada e observe que ela, a portada, vem ao seu encontro e as torres se afastam para trás.

Dentro da igreja encontramos “A Santa Ceia”  pintada pelo mestre Ataíde com o cotidiano mineiro trazido à cena. Em cima da mesa está colocada uma bandeja com costela de porco e Judas está evidentemente bêbado após ter tomados as famosas “cachaças mineiras”. Veja que esta cena também está retratada nos Passos da Paixão de Cristo em Congonhas.

OURO PRETO – ATRAÇÕES TURÍSTICAS
OURO PRETO-Igreja São Francisco Altar mor
OURO PRETO-Igreja São Francisco Altar Geral
OURO PRETO-Igreja São Francisco Pé rapado

Sobre a imagem de São Francisco de Paula no altar, o que sai do comum é a cabeça que é feita de pedra sabão pintada.  A testa de São Francisco é enrugada seus dedos alongadas e desproporcionais com o polegar deslocado o que é típico das obras de Aleijadinho.

Além disso a imagem tem traços orientais cuja inspiração chegava até Aleijadinho nas estampas dos tecidos de seda vindos do oriente. Em Congonhas, também nos Passos da Paixão de Cristo na cena da Crucificação o bom ladrão é um chinês.

OURO PRETO-Igreja São Francisco Altar Geral
OURO PRETO-Igreja São Francisco Teto
OURO PRETO-Igreja São Francisco Detalhes lateral
OURO PRETO-Igreja São Francisco Detalhe Papa
OURO PRETO-Igreja São Francisco Santo

O crânio nas mãos de São Francisco faz parte da filosofia franciscana: “A vida é fugaz portanto gaste seu tempo fazendo coisas boas.”

PRAÇA TIRADENTES

Aqui termina nosso passeio com o guia de turismo.

O local onde hoje fica a Praça Tiradentes era na verdade um morro, Morro de Santa Quitéria, que em 1748 foi completamente aplainado. Uma praça construída para abrigar os 3 poderes. A primeira edificação foi o Palácio dos Governadores que fica em um patamar mais elevado. A Casa de Câmara durante o Império abrigava dois poderes o legislativo e o judiciário, por isso a cadeia de Vila Rica também fica nessa edificação.

Nenhum inconfidente ficou preso na cadeia da Praça Tiradentes porque ela ainda não estava pronta, sua construção demorou 70 anos. Iniciou no fim do século XVIII e só foi concluída em meados do século XIX.

OURO PRETO – ATRAÇÕES TURÍSTICAS
OURO PRETO-Museu dos Inconfidentes

Foi ordenada contra Tiradentes, um dos poucos réus confessos, a sentença de que com baraço (corda de fios de linho) ele fosse levado pelas ruas públicas da cidade do Rio de Janeiro até a forca e nela morresse. D. Maria I ordenou ainda que seu corpo fosse partido em quartos e espalhado pelos caminhos das Minas Gerais nos lugares mais públicos.

Para a cabeça, ordenou que fosse separada do corpo e levada a Vila Rica para ficar exposta em poste alto até que o tempo a consumisse. Interessante foi que alguém retirou a cabeça de Tiradentes da praça e ninguém soube ou sabe dizer quem fez.

OURO PRETO-Praça Tiradentes
OURO PRETO-Praça Tiradentes Detalhe placa estátua
OURO PRETO-Praça Tiradentes Estatua detalhes

O monumento de Tiradentes no centro da praça só foi erguido no ano de 1892 que o monumento já em homenagem ao centenário da morte de Tiradentes. Neste ano já somos um país independente e a imagem de Tiradentes não é mais a de um traidor e a estátua retrata bem isso: cabeça erguida, peito aberto e construída sobre um obelisco. Seu rosto está direcionado ao Rio de Janeiro, local onde foi preso, julgado e executado.

OURO PRETO-Museu Inconfidentes justiça
OURO PRETO-Praça Tiradentes vista Igreja do Carmo

Tire uns dias para visitar Lavras Novas, Minas Gerais. Cidade para relaxar e curtir. Veja as dicas que o blog Sentidos do Viajar tem sobre esta cidade pequenina mas bem interessante e pertinho de Ouro Preto, vale a visita.

# DICAS DE ESTADIA EM OURO PRETO

Ficamos hospedados na Pousada Abigail Condè.

É um casarão e isso já nos faz entrar no clima da cidade. O café da manhã e o lanche da tarde são servidos numa varanda com o charme da vista de toda, isso mesmo toda Ouro Preto.

A pousada tem wi-fi em todos os locais. São 11 quartos todos amplos, super limpos e confortáveis num ambiente aconchegante. E fica somente a 800m do centro da cidade.

Para fazer a reserva com a Pousada Abigail Condè você pode utilizar este link. Converse com o Antoninho e diga que leu essa matéria aqui no Blog do Viajar mais aos 50, você vai conseguir um bom desconto.

OURO PRETO-Pousada Abigail Conde
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde quarto
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde vista restaurante
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde goiabada com queijo
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde Portal entrada
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde quarto
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde café da manhã
OURO PRETO-Pousada Abigail Conde café da manhã frutas
OURO PRETO – ATRAÇÕES TURÍSTICAS

Endereço: Rua Padre José da Rocha Filgueiras, 72 – Alto das Dores, Ouro Preto – MG, 35400-000

Telefone: (31) 3551-4141

E-mail: [email protected]

Instagram Abigail Conde
INSTAGRAM
FACEBOOK Abigail Conde
FACEBOOK

ORGANIZE SUA VIAGEM EM OURO PRETO

  • Sua estadia pode ser contratada por este link.
  • Não viaje sem um seguro viagem. Mesmo que você vá viajar pelo Brasil, veja aqui os motivos. Aproveite o cupom de 5% na Seguros Promo pra você. VIAJARMAISAOS505
  • Se for alugar um carro no destino, compare os preços de diversas locadoras pela RentCars.
  • Suas reservas de passagem aérea podem ser feitas com a Passagens Promo ou com a Max Milhas.

# MAIS DICAS PARA SUAS VIAGENS

Você sabia que ter um seguro para viajar pelo Brasil também é muito importante? Você já se perguntou se o seu plano de saúde tem atendimento nacional. Estão incluídos cuidados como translado médico, fisioterapia e medicamentos?

E se ainda assim tudo estiver incluído no plano de saúde você vai contar com garantias no extravio de bagagens, orientação no caso de perda ou roubo de documentos e honorários advocatícios.

Então antes de arrumar as malas confira aqui tudo o que você precisa saber sobre seguro viagem.

QUER CONTINUAR VIAJANDO???  O blog D&D Mundo Afora tem um post com vários atrativos da cidade de Catas Altas.

OURO PRETO – ATRAÇÕES TURÍSTICAS

*Gostaríamos de agradecer ao Antoninho da Pousada Abigail Condè  pelas cortesias na estadia que recebemos.

Ressaltamos que todas as opiniões, recomendações e sugestões aqui apresentadas são baseadas em nossas experiências.

Alguns links desta página são afiliados, temos parceria com eles e confiamos no trabalho que fazem. Se você fizer sua compra aqui nós recebemos uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda a manter o blog no ar.

Ressaltamos que todas as opiniões, recomendações e sugestões aqui apresentadas são baseadas em nossas experiências.

Gostou das nossas dicas??? Deixe um comentário 


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gostou do blog? Tem mais por aí :)